MY CLOSET


Ora se o título deste blogue é Mary's Big Closet tinha que criar aqui algum destaque ao meu closet e às peças que acho fundamental que existam nos roupeiros de cada uma e nas quais o meu estilo pessoal e os looks que aqui mostro se baseiam. 

Mas atenção estas são as minhas opiniões e ideias e não existem dois corpos iguais por isso o objetivo é lerem o texto e interpretarem-no de acordo com o vosso estilo pessoal. Entendam-no como uma espécie de guia para construírem o vosso closet e o vosso estilo pessoal!

Começando pelos básicos, estes caracterizam-se principalmente pela sua simplicidade, por facilmente serem conjugáveis com qualquer tipo de roupa, pela duração independentemente das tendências da estação e que deverão constar em qualquer closet.

Os meus eleitos nesta categoria são umas calças clássicas pretas, umas calças de ganga, uma camisa branca, um vestido preto /LBD), uma saia, um blazer, um sobretudo/gabardina, um casaco de pele, um casaco de malha, uma t-shirt branca e/ou cinza, umas sabrinas e uns saltos altos.

O básico já está e agora há que conjugar algumas que se possam adequar ao seu estilo pessoal, criando looks únicos, elegantes e adequados à nossa personalidade e às diversas situações sociais que enfrentamos.

É nesta categoria que entram:
- Os acessórios que nunca deixo de usar (lenços, relógio, brincos, anéis ou maxi colares) e que adoro. 
- Vários tipos de calçado onde entram as botas (altas, rasas, estilo cowboy, biker, etc.), pumps, sandálias, etc. (de várias cores e feitios). 
- Cintos que por vezes ajudam a marcar um pouco mais a cintura quando esta praticamente não existe.
- Padrões: sou uma apaixonada por leopardo e zebra mas hoje em dia há tantos outros que podemos experimentar.
- Leggings que devem ter sido das melhores invenções de todos os todos em termos de conforto mas atenção às transparências.
- Os maxi (vestidos ou saias) ótimos para um look mais casual, de final de um dia de verão à esplanada ou para uma saída com os amigos.

E claro que esta lista nunca está fechado, estando sempre a ser acrescentado novos itens de acordo com as tendências vigentes. Mas no fundo o truque é adaptar e sentirmo-nos confortáveis.

Não se esqueçam de:
- Ter em conta o conjunto de cores que melhor se adequa ao vosso tom de pele e ao vosso estilo pessoal. Será mais fácil e barato construir um closet baseado nas cores que nos favorecem do que termos um armário arco-íris.
- Vão construindo o vosso closet com calma e tempo (até porque o dinheiro não abunda hoje em dia), comecem pelos básicos e depois vejam o que precisam (podem fazer mesmo uma lista).
- Podemos adorar as nossas curvas (eu pelo menos adoro as minhas) mas sejamos realistas: existem peças que nos favorecem e outras que não. Por isso percebam o vosso corpo e adequem as peças que compram a este de modo a que realce o melhor que nele existe.
- Construam um estilo pessoal! Procurem inspiração noutras pessoas que vos sirvam como de modelo mas adaptem e juntem sempre algo vosso.
- Divirtam-se! Nem sempre as regras têm que ser seguidas e o estilo pessoal de cada uma caracteriza-se por isso mesmo: ser único.

Agora fico à espera das vossas opiniões e me contem como são os vossos!

Fico à espera!!

3 comentários:

patricia vilas boas disse...

tenho andado pensar nisto... realmente o meu tem 1 pecita de cada mas a maior parte é mesmo em tons preto/azul marinho/castanho.. adoro p.e. verde musgo mas sou incapaz de comprar roupa assim tao colorida :-|

Mariett Teixeira Matias disse...

Porquê???
O verde esmeralda é a cor da estação e por que não arriscares com uma peça e aos poucos ires saindo da tua zona de conforto? :)

Mary ;)*

patricia vilas boas disse...

Estou a tentar ganhar coragem... comprei umas pecitas estes dias mas nas cores de 'conforto' - branco e marinho :-|