quarta-feira, 27 de abril de 2016

Tipos de Corpo - Qual é o teu?

Hoje falamos de um tema que muitas vezes nos questionamos e para o qual nem sempre sabemos a resposta mais correta: qual é o nosso biótipo? O corte e o styling continuam a ser fatores-chave na composição de um look independentemente da forma ou tamanho do corpo pelo que não devem ser descurados. 

Todavia, para alcançarmos o sucesso é muito importante termos a noção de qual o nosso tipo de corpo pois só assim poderemos usar as roupas que mais nos favorecem e deixar de lado as que, à partida, só irão realçar os nossos aspetos mais negativos.

Posto isto, vamos abordar os vários tipos de corpo que existem e que poderemos considerar universais (obviamente que não existem duas pessoas iguais e que o enquadramento nestes é feito por aproximação):
  1. Rectângulo – como o próprio nome indica este refere-se a corpo direitos, sem grandes curvas, com peito mais pequeno e cintura desmarcada. O truque passa por criar a ilusão de curvas através das peças de roupa (detalhes, drapeados ou folhos). A evitar são as calças de cintura descida, tops e saias direitas que poderão fazer com que a figura pareça ainda mais rectilínea. 
  2. Pêra (triângulo) – as meninas com este tipo de corpo tendem a ter um corpo mais estreito em cima e largo em baixo (como a própria forma do fruto indica). Geralmente a barriga é mais lisa, têm pouco peito e ombros estreitos. O truque aqui para balançar a figura é criar ilusões na parte de cima, isto é, através de cores mais vivas, peças com detalhes ou acessórios maxi gerar um equilíbrio entre o todo.
  3. Maçã (diamante/oval) – este biótipo tende a ter uma figura mais arredondada no meio do corpo, sem ter uma cintura definida, pernas estreitas e peito de tamanho médio. O truque passa por tirar o máximo partido das pernas espectaculares, assim como, usar tops que chamem a atenção para o peito (sem exagerar nos decotes meninas), afastando-a da barriga.
  4. Morango (também conhecido como triângulo invertido) – aqui as formas são maiores na parte de cima (ombros e peito) e mais estreitas em baixo (anca e pernas). Terá que criar a ilusão na parte de baixo do corpo através de saias compridas, padrões, cores mais brilhantes, evitando tudo o que atraia atenção para os ombros e peito (folhos, golas altas, decotes exagerados, etc.)
  5. Ampulheta – a que todas desejamos mas poucas têm: com as curvas perfeitas na zona da barriga e anca, peito generoso sem ser exagerado e cintura fina. Com tudo no sítio, as meninas que se enquadram neste biótipo podem usar (quase) tudo desde que se tratem de peças de corte adequado (nada de roupas largas sem formas sobre o risco de parecerem maiores do que são).

E no fim de tudo já sabem qual é o vosso? Fico à espera dos vossos e-mails e comentários.


1 comentário:

UmaMaria disse...

Eu sou morango, Mary!
O que me aconselhas a vestir?