quinta-feira, 21 de abril de 2016

O Poder da Saia


Longe vão os tempos em que a célebre Mary Quant teve a ideia de diminuir o tamanho das saias que as senhoras usavam nos anos 60 e inventou a rebelde minissaia. O furor que esta invenção teve todas sabemos e desde então tornou-se num marco e num básico que deve constar em qualquer closet feminino apesar de ser amada por umas e odiada por outras.

Sendo uma peça de roupa muito eclética, pode ir da referida minissaia, à tão em voga maxi skirt, peça fundamental das últimas coleções dos estilistas de renome mundial e grande tendência para a estação que se aproxima.

A saia é, talvez, a peça de roupa que menos tenho no meu armário, não sei bem o motivo concreto, pois uma boa saia pode contribuir muito para um estilo harmonioso, que poderá variar do casual chic ao mais formal.



Mas quais os tipos de saia que mais nos favorecem? Pessoalmente penso que a minissaia é uma peça muito particular que só assenta bem a algumas mulheres que habitam neste pequeno planeta. 

O ideal será escolher uma saia de tamanho até ao joelho (ou por cima deste para as mais pequenas) e aqui arrisquem e escolham padrões, cores, tecidos e feitios que normalmente vos passariam ao lado com uma única dica: escolham uma de acordo com o tamanho que verdadeiramente vestem e não optem por saias demasiado justas ao corpo e apertadas que vos limita a liberdade de movimentos e vos irá fazer parecer prestes a rebentar a qualquer momento. 

Saias em linha A ou em formato envelope são escolhas mais confortáveis mas se quiserem sair desta zona de conforto, renda e tutus poderão ser ótimas escolhas (quem esquece os tutus da Carrie em vários episódios do Sexo e a Cidade?).


O comprimento a meio da perna está um pouco démodé e a menos que tenha dois metros de altura também não vos irá fazer milagres, até pelo contrário, irão parecer mais pequenas e mais largas.

Por último, as mais céticas poderão rejeitá-la mas acreditem que a maxi skirt poderá ser uma ótima aliada nesta Primavera. Poderão conjugá-la com umas sandálias rasas para um look mais simples ou umas compensadas para as ocasiões mais especiais.

No fundo, como em todas as outras peças de roupa, o truque é experimentar e sair um pouco da zona de conforto. É o que tenho feito nos últimos tempos! E vocês? Estão dispostas a fazê-lo?


Sem comentários: